Resenha: Sonata em Auschwitz -Luize Valente

"Sonata em Auschwitz" foi minha leitura na edição do "Adote um autor nacional" desse mês que passou, e hoje estou aqui para fazer a resenha dele.

Sinopse: Um bebê nascido nas barracas de Auschwitz-Birkenau, em setembro de 1944. Uma sonata composta por um jovem oficial alemão, na mesma data, também em Auschwitz. Duas histórias que se cruzam e se completam. Décadas depois, Amália, jovem portuguesa, começa a levantar o véu de um passado nazista da família a partir de uma partitura que lhe é revelada por sua bisavó alemã. A dúvida de que o avô, dado como morto antes do fim da Segunda Guerra, possa estar vivo no Rio de Janeiro, a leva a atravessar o oceano e a conhecer Adele e Enoch, judeus sobreviventes do Holocausto. A ascensão do nazismo na Alemanha, culminando na fatídica Noite dos Cristais, a saga dos judeus húngaros da Transilvânia, os guetos na Hungria e Romênia, os trens para Auschwitz, os mistérios acontecidos no campo de extermínio da Polônia e o pós-guerra numa casa cheia de segredos num lago de Potsdam oferecem os trilhos que Amália percorrerá para montar o quebra-cabeça.

No começo, achei que estava parado demais, confesso que gosto de algo mais agitado, mas cheguei a um ponto do livro, que eu não queria parar de ler.

As coisas aconteceram de forma muito "encantadoras", quer dizer, não a crueldade dos fatos, mas sim como a história foi levada, de forma leve, e isso me cativou.

Vemos Amália, desde o começo, buscando informações sobre um passado escondido.

Algo que achei muito lindo também foi como os passados se entrelaçaram, você vai lendo e vai entendendo tudo.

Não vi um furo, a história foi muito bem construída, bem bolada, com informações que passam credibilidade, além da emoção por trás do enredo.

Tive muitos momentos de emoção durante o livro, sabe, em pensar que tudo aquilo já aconteceu com as pessoas, aquele desamor, aquela situação humilhante, torturas, cada coisa pela qual passavam, ninguém merecia aquilo, e foi bem triste também ver o que a sociedade se tornou.

No final do livro, você sente uma paz, sabe? Você sente paz quando tudo é esclarecido.

A narrativa alterna em dois focos, e o enredo é extremamente bom e emotivo.

Avaliação: 📕📕📕📕📕 (5/5)


2 comentários:

  1. Tai, fiquei muito curioso pra ler esse livro. Essa capa sempre me atraiu, e suas palavras terminaram de me conquistar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amo essa capa também <3 que bom que minhas palavras te conquistaram! Leia, leia e leia, é um livro muito bom.

      Excluir